A reconstrução de Neemias foi um ato externo que revelou realidades interiores. Embora tudo estivesse em ruínas originalmente o cenário demonstrava a situação do povo de Deus. O profeta estava extremamente preocupado com o bem-estar dos seus familiares e compatriotas, chorou, jejuou e orou ao Senhor que lhe desse condições de reconstruir o que havia sido aniquilado. Ele baseou suas petições nas grandes promessas de Deus, certo da fidelidade de Deus em cumprir a sua palavra. Promoveu uma mobilização de quebrantamento, jejum, pranto e arrependimento. Ao ler a lei de Deus percebeu o quanto o povo havia sido incoerente e pecaminoso e promove uma confissão pública de pecados buscando o perdão dos pecados. Este é um convite para reconstruirmos a Nação por meio da intercessão, proclamação e adoração promovendo dias de jejum, leitura da lei e arrependimento atraindo assim os céus para a terra.